Muitos de nós já experimentámos recarregar os tinteiros da impressora. Será que sai mesmo mais barato e será que tem vantagens em recarregar os tinteiros usados da impressora?

De um modo geral, sai mesmo mais barato recarregar os tinteiros usados, mas será que a qualidade das impressões é igual? E será que esses tinteiros vão estragar a impressora e interromper a garantia da mesma?

Sai mais barato recarregar os tinteiros?

Testes realizados por uma empresa Portuguesa de enchimento de tinteiros, afirmam que os tinteiros recarregados levam, normalmente, um pouco mais de tinta que os tinteiros originais. Além disso, o preço relativamente aos originais, tem uma redução de até metade do preço. Outro factor em ter em conta, é que em certos modelos de impressoras, nem sempre é possível fazer a recarga dos tinteiros originais.

Problemas detectados nas impressoras

Um dos problemas com os tinteiros reutilizados, começa pela impressora não detectar o nível de tinta ainda existente, já que a electrónica contida nos mesmos, apenas vem preparada para uma utilização. Certas impressoras podem ainda detectar que o tinteiro é recarregado, aconselhando regularmente o uso de tinteiros originais. Com tinteiros reutilizados, algumas impressoras informam ainda que os tinteiros estão vazios, não sendo possível continuar a impressão.

Relativamente à garantia da impressora, a tal empresa de recarregamento de tinteiros, afirma que a garantia não pode ser cancelada pelo enchimento de tinteiros, já que continuam a ser usados os tinteiros originais, com a única diferença que foram reenchidos. No entanto, as principais marcas de impressoras discordam com esta informação, afirmando que no caso de detectarem que os tinteiros foram reabastecidos, terão que cancelar a garantia, desaconselhando por isso, a utilização de tintas não originais.

A qualidade de impressão é a mesma?

No que toca à qualidade das impressões, as diferenças são muito poucas, aliás, quase nulas, principalmente se estivermos a falar de textos impressos. Relativamente à impressão de fotografias, podem notar-se pequenas diferenças, mas de um modo geral, a qualidade mantém-se inalterada.

E relativamente à quantidade de impressões?

Como dissemos mais atrás, os tinteiros recarregados são quase sempre recarregados com um pouco mais de tinta que os tinteiros originais, já que estes nunca são cheios completamente. O consumo da impressora é exactamente o mesmo, uma vez que é a impressora que estipula a quantidade de gotas que são usadas na impressão. Disto conclui-se, que o número de impressões é quase sempre maior quando são usados tinteiros que são recarregados.

Conclusão:

Na minha opinião, desaconselho por completo o uso de tinteiros ou toners reabastecidos. Apesar de serem mais baratos, nem sempre são compatíveis com todas as impressoras, podendo até provocar a anulação da garantia, caso esta avarie. Mesmo sendo até 50% mais baratos que os tinteiros originais e de imprimirem o mesmo número de páginas (ou até mais) e com uma qualidade igual à obtida com os tinteiros originais, poderão facilmente causar problemas nas impressões e, em caso de avaria da impressora, as marcas se recusarem a dar garantias ao aparelho.

Aconselho sim, o uso de programas que permitem que se poupe até 4 vezes menos tinta na impressora, como este que falo no artigo sobre poupar tinta na impressora.